Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de março de 2011

Eu voltei... Agora prá ficar?

Aproveitei q fui ontem na neuro prá mostrar resultado dos exames (sangue, urina e EEG, tudo normal), e vim trazer atualizações da vida. A verdade é q andava meio deprimida, parece q o mundo tava caindo sobre minha cabeça, problemas médicos, com ex-marido, pais q não te levam a sério... Haja paciência, jogo-de-cintura, bom humor... UFA!!
E os sonhos... Ah, os sonhos! De viver melhor com minhas filhas, de fazer faculdade... Eles continuam vivos, mas estão sendo obrigados a ser adiados. Mas não desisti!
E a consulta de ontem tbm pareceu uma piada... A dra. parecia não me levar a sério ou queria se livrar logo de mim. Sugeri outros exames prá investigação da causa do problema, e ela me passa Scaflam gel para aplicação no ombro (onde iniciou a dor q hj se espalhou por todo o lado esquerdo do corpo) e hidroginástica. Tá bom, acontece q eu MAL CONSIGO LEVANTAR DA CAMA, qualquer coisa q faço sinto como se tivesse corrido uma maratona - chego a sentir falta de ar tamanho o cansaço! Aí tenho q deitar prá ver se consigo "sobreviver"... E Scaflam foi a primeira coisa q usei na primeira manifestação de dor q tive no ombro... E agora? Vou passar Scaflam em todo o hemicorpo esquerdo??? Vou passar Scaflam no olho qndo eu sentir como se estivessem fazendo-o de bonequinho vudú, cheio de agulhas??? Ou dentro do cérebro, qndo sentir tonturas, formigamentos, descoordenação ou ainda, prá melhorar minha memória q é quase 0% e está afetando seriamente minha vida?... Tentei, juro q tentei abrir um diálogo com ela, falei das buscas da internet (é, eu evito mencionar pq a maioria dos médicos não gosta - FERREM-SE), da conversa com outras pessoas q sentem o mesmo, das coisas q os diversos médicos de emergência me disseram, se não era bom eu fazer uma ressonância magnética. "RM onde?". Quase respondi uma coisa mto feia, mas como já não sou mto respeitada por ser bipolar, preferi evitar. Ela só concordou em me dar o pedido de RM se botasse no mesmo q era pedido meu. Na hora, cheia de dor e esperando a hora certa de tomar o Tramadol, disse q tudo bem, q eu só queria investigar a fonte de tudo isso... Saí do consultório, logo liguei pr'uma clínica de imagens prá marcar o exame, mas depois pensei se o plano de saúde não vai implicar com o fato dela ter grampeado ao pedido um papel timbrado deixando BEEEM claro q o pedido foi meu, q EU q desconfiava ter uma doença desmielizante... Só espero q eu possa fazer o exame e só depois tenha q me preocupar com isso.
Então, minha semana tá bem cheia: hj tenho psiquiatra no PAM (tentar "mendigar" mais uma vez os remédios q não posso comprar), amanhã vou tentar marcar neurologista no Hospital da Lagoa (depois das tentativas frustradas no HUPE e no HSE), e sexta-feira tem RM. Será mto incômodo? Acho q tem contraste, a moça da clínica pediu 2 horas de jejum antes q disse q demora entre 20 e 30 minutos... Qndo é assim, pode esperar uns 40 ou 50 minutos!! hahahaha
Agora vou indo pq meu olho esquerdo e meu ouvido direito estão falhando... Me sinto como meu velho celular qndo caiu na água... Foi falhando uma tecla, depois outra... Depois a tela só acendia qndo queria... Hj mal dá prá usá-lo, estou usando outro aparelho e ele está prá escanteio. Será q vai acontecer o mesmo comigo?...
Aliás, ontem assisti ao filme "Amor e outras drogas". Me identifiquei mto com a Maggie. Aliás, todos q têm uma doença incurável (como transtorno bipolar, parkinson ou esclerose múltipla) se identificarão... Recomendo!
Obgda a todos q deixaram recados carinhosos desejando força, esperança e fé. Mesmo não me conhecendo pessoalmente, vcs sabem do q preciso...
(Ah! E obgda, dra. Rosa Lynn Esquenazi, por NADA!)
Bjks!
Ia'Orana!

2 comentários:

blog da Paraguassu disse...

Olá, amiga
Eu tenho um filho que é bipolar como vc. Essas dores que aparecem, esses mal-estares são, na realidade, frutos de nossa própria cabeça, ou seja, das distorções que fazemos em relação às coisas da vida. Espero que isso não te preocupe deveras, pois escuta bem: de médico e de louco, todos temos um pouco. Pára para pensar na grande oportunidade da vida, nas coisas que podemos fazer para nos alegrar, nos distrair. Peço a Deus que vc.
procure mudar sua tela mental, para alcançar o equilíbrio necessário.
Venha me visitar no meu blog. Já sou sua seguidora há tempo e gostaria de ter um comentário seu, quando de sua visita.
Voltarei aqui mais vezes.
Um beijão,
Maria Paraguassu.

Ezequiel de A. C. disse...

Realmente este negócio de médico não gostar que pacientes pesquisem na Internet é estranho... será que eles não querem que os pacientes tenham uma noção das doenças? Ou têm medo de serem questionados em suas decisões?

Nossa Playlist