Pesquisar este blog

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A depressão

Gente, qnto tempo não venho aqui! Mas é perfeitamente compreensível, visto q meti o pé na depressão denovo... Foram algumas semanas q custei a entender q o problema era esse. Eu só tinha apatia e vontade de dormir o tempo todo, além da falta total de apetite. Achei q ia ser bom pois eu precisava perder mesmo uns quilinhos, mas fazer nada o tempo todo não dá... Nem eu mesma tava aguentando.

Num impulso, dobrei a dose de fluoxetina, e me prometi relatar à médica assim q o resultado da minha litemia estiver pronto. E melhorei. Quer dizer, não to 100%, mas o medicamento me ajuda a detectar qndo tô em baixa, e, melhor ainda, me dá forças prá tentar levantar.

Sabe, eu não costumo ligar mto prá opiniões alheias, mas as vzs me irritam pessoas q falam de depressão como se fosse uma "onda". Claro, devem ter casos de pessoas q se escondem através duma depressão declarada (o q pode ser falsa, pois raramente o depressivo declama sua doença), mas eu realmente SEI q pensamento positivo, lavar uma louça ou um tanque de roupa suja não são solução nenhuma para o problema. A depressão é tratada como uma frescura, o q não é. É uma doença q pode ficar bem grave se não for tratada, podendo levar ao suicídio. Isso é engraçado?? Não acho nem um pouco.

Quem anda na corda bamba como eu certamente deve ter o mesmo medo q eu tenho: o de tropeçar na depressão vez ou outra. É como andar num caminho esburacado e derrepente vc cair no buraco da depressão. Pior é q o tombo é tão rápido q vc demora a se dar conta de onde vc caiu. Pelo menos eu tenho mto medo da depressão pq ela chega sem eu nem sentir. Só algumas semanas depois de me ver mergulhada em tristeza, sem vontade de viver e com vontade até de dar por encerrada essa minha jornada terrena, é q eu detecto o problema. Aí vem outro: como sair?? Terapia, medicamento, força de vontade... Por onde começar?

A depressão é o fantasma q me ronda à noite, q me faz ter medo do escuro como uma criança. Me faz tentar andar prestando atenção em cada passo, pq ela pode estar à espreita e me pegar a qualquer momento. E uma vez nas garras dela, é uma luta tentar se desvencilhar. De verdade. Cansa literalmente. Cansa mto mais do q ter q lavar um tanque de roupa suja...

Mas, infelizmente, enquanto o ser humano não entender seus próprios problemas, não poderá entender o problema do outro. Mto menos respeitá-lo.

Chamam mtos de nós de loucos, mas qntos desses não estão precisando dar uma passadinha num psiquiatra??? Esquecem q qndo apontam um dedo a alguém, outros quatro apontam prá si mesmos...

Agora, é bola prá frente!!
Ia'Orana!

Um comentário:

busquesantidade disse...

Concordo em tudo: em gênero, número e grau. É assim e desse jeito. Cheguei a conclusão que enquanto estivermos fazendo coisas que gostamos, a possibilidade de recaídas é menor. O problema é que nossa família não sabe lidar com a gente, ficam perdido e exigem de nós coisas que não podemos dar, daí mora o problema. A maldita culpa. Mas tudo bem, cada um com a sua. Essa é a minha. Se quiser falar de bipolar para bipolar.Visite-nos:blog: busquesantidade.blogspot.com

Nossa Playlist