Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de setembro de 2011

O primeiro dia do resto de nossas vidas

1 de Tishrei de 5772.
Hj é oficialmente o primeiro dia do ano de 5772 do calendário judaico.

É o primeiro dia do tempo q pedi prá D'us prá me Ensinar o Caminho Certo.
É o dia em q as respostas virão através de você.
E no qual as provas passarão a ser mais difíceis, independente dessas respostas.
É o dia em q eu vou ter q provar até onde caminho no escuro prá receber Luz.

Sempre estou pronta prá qualquer batalha, mas desta vez, está nas mãos do destino.
Larguei o controle. Me ponho em suas mãos:

Por favor, me perdoe por ter sido a maior causa de toda a sua angústia...

Q D'us me Dê forças.

Ia'Orana!
Shalom!
SHANAH TOVAH!




domingo, 25 de setembro de 2011

"Triste é não chorar..." (ou "Obrigada, adeus!")

Às vzs mantemos as coisas mornas, empurrando com a barriga, com medo do q as pessoas vão pensar da gente se tomarmos uma atitude. Ego, este perigoso inimigo, simplesmente pq se veste de nós mesmos e diz como somos bonzinhos assistindo tudo calados. BALELA!

Precisei de tantos anos prá aprender o pq de ser "boazinha" nunca dar certo. Pq não era eu, era o Ego. E no fim, sempre quem se machucava era eu.

Eu estive nos últimos tempos entre dois amigos, mto queridos. Havia mágoa em nós três, e eu, como ainda era ligação entre os dois, absorvia tudo como uma esponja, lutando desesperada contra a ruína daquele Universo q criamos outrora. Ontem precisei dar meu grito de liberdade, por amor a eles, por amor a mim mesma, prá vencer o Ego e a mania de parecer boazinha.

CHEGAAAAAA!!!!!!

Não só os tirei da minha vida, como mandei uma carta de despedida, tentando explicar tudo e agradecendo pelos bons momentos. Desejando q a vida seja boa prá eles. Pq a minha vida precisa seguir... SEM ELES.

Como eles receberão os fatos, não sei. Juro q eu já tinha pensado sobre isso havia dias, me martirizando ao pensar de q poderiam não compreender, receber mal, etc. Mas na verdade só posso me responsabilizar pelo q digo, não pela reação q o outro vai ter.

Apesar de toda a meditação, isso não me impede de ficar mto triste. Eu realmente amo essas pessoas, mas elas não podem fazer parte da minha vida agora, simplesmente pq elas não me aceitam com toda a intensidade q tenho. E se o próprio amor tbm é arte de deixar ir, só me restou abençoá-los.

Sinto q a vida guarda ainda mtas alegrias e realizações, e queria q eles estivessem do meu lado nesses momentos. Acho q por isso estou triste. Mas a D'us é mto mais sábio q eu, Sabe tudo q tem q ser, e eu sei q a vida pode mudar na próxima esquina...

Não por acaso, recebi esse texto: "A coragem de sermos fiéis ao nosso coração". Recomendo!
Então é isso. Vou ali afogar minhas mágoas numa caneca de café, pq amanhã é outro dia...

Ia'Orana!
Shalom!


quinta-feira, 22 de setembro de 2011

The Final Countdown

"Tem dia que vc vai dormir se sentindo uma pedrinha no sapato...
...Daí vc acorda mulher demais para o mundo."

Nunca acreditei q deveria rever a imagem q eu tinha de vc. De certo q as pessoas mudam todos os dias, mas nunca pensei q fosse tanto. Sua última decepção talvez o tenha levado a isso, mas não importa. Não quero nada q justifique. Só irá piorar...

Nem dói mais. Tão pouco me traz alegria. Acho q é só costume, e estou me acostumando a não ter vc, e isso no fundo está me deixando mais leve... Ou será minha leveza q te faz tão distante?

Pois bem, já disse tudo o q penso - talvez ainda não o q sinto. Certamente pq nem eu sei. Mas meu coração agora é um balão q quer voar alto, do tipo q, qndo se der conta, será tarde demais para alcançá-lo...

"Não segure o balão se não souber o q fazer com ele."

O amor é real? Fato. Sempre te desejarei o melhor pq simplesmente não deixo de me ver em ti. Te quero um bem como a mais ninguém. Mas o palpitar, aquela "chama louca q vive em mim" se extinguiu. Q bom assim, né? Te poupa do fardo de ser amado. Me poupa das "loucuras q me levam até vc"...

"A entrega alimenta a alma", e eu ainda concordo com isso. Realmente não posso reclamar de ter me consumido em entrega nos últimos meses. Mas a fonte seca qndo o receptáculo não se permite receber.

"Eu amei o retrato que pintaste de si mesmo, mas antes disso, a alma que eu enxergava além.
O retrato na parede desbotou, e sinceramente não amo a sombra q ficou em seu lugar...
Apesar, ainda amo a alma q enxergo além. Pq as almas são imortais.
Mas as 'molduras' não."

Nos vemos por aí... É chegada a hora do seu próprio vôo, Gafanhoto!

Ou devo dizer "Olhos Mediterrâneos"?...

Ia'Orana!
Shalom!


domingo, 18 de setembro de 2011

"É só o Amor q conhece o q é Verdade..."

"Mesmo depois de tanto tempo o sol nunca disse pra lua: você me deve uma!
Veja o que acontece com um amor assim, ilumina o céu!"


Sim, sou dada a besteiras como o Guru do Amor do Facebook. Acho divertido. Afinal, a vida já é séria demais prá gente se levar a sério... Mas essa frase realmente me fez pensar.

Andei tendo sérias revelações. As primeiras vieram espontaneamente, mas não faziam sentido. Pedi ao meu guia q me levasse então à questão central, mesmo q doesse, pq eu precisava conhecer o foco do problema prá transmutar. E foi realmente o q aconteceu: transmutei.

Mágoas de séculos não podem continuar a macular um coração... A prova definitiva foi saber q outros envolvidos sentiam o mesmo numa sincronicidade assustadora. Deixei ir.

Tbm andei lendo uma série de outras citações inspiradoras, e como não acredito no acaso, cheguei às seguintes conclusões:

Se teve fim, não era Amor. O Amor Verdadeiro é infinito.
Não morre com o corpo, pq fica na alma. Uma alma pode amar por séculos; nosso corpo dificilmente sobrevive a um século inteiro...

Se não há liberdade não é Amor. O Amor Verdadeiro já nasce livre.
Se é realmente Amor, a entrega se faz plena, sem cobranças. E os arrependimentos não existem. Pq tudo q vc fez foi por Amor.
E qndo, à revelia de seus cuidados, vc enxergar o outro prestes a tropeçar nos caminhos da vida, pense bem: às vzs, o Amor é livrar-se da dor de ver o outro se machucando, livrar-se da tentação da proteção extrema, e deixá-lo ganhar com a experiência. Até por termos a certeza de q nossa mão será a primeira a se estender e puxá-lo de volta...

Pq somos espíritos infinitos, livres, sem culpas, compassionados. E somos feitos de Amor. E a entrega alimenta a alma...

Se é Amor Verdadeiro, não podemos alcançar a nenhum Paraíso se não trazemos o outro conosco.

"E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria." (Paulo de Tarso em Corintios 13:2) 

Ia'Orana!
Shalom!


segunda-feira, 12 de setembro de 2011

"Make you feel my love" (Adele)



"Quando a chuva estiver soprando em seu rosto
E o mundo inteiro estiver sob sua responsabilidade
Eu poderia oferecer um caloroso abraço
para te fazer sentir meu amor
Quando as sombras da noite e as estrelas aparecerem
E não houver ninguém para secar suas lágrimas
Eu poderia te abraçar por um milhão de anos
para te fazer sentir meu amor
Eu sei q vc ainda não se decidiu
Mas eu nunca faria nada errado
Eu soube desde o momento em q nos conhecemos
Sem dúvida onde vc pertence
Eu passaria fome, ficaria de luto ou deprimida
Eu me rastejaria avenida abaixo
Não, não há nada q eu não faria
para fazer vc sentir meu amor
As tempestades estão furiosas no mar revolto
E no caminho para o arrependimento
Apesar dos ventos de mudança deitarem selvagens e livres
Vc ainda não viu nada como eu
Eu poderia te fazer feliz, tornar seus sonhos realidade
Não há nada q eu não faria
Iria até o fim do mundo por vc
Para te fazer sentir meu amor
Para te fazer sentir meu amor"

sábado, 10 de setembro de 2011

"Meu mundo e nada mais..."

"O outro é um espelho de vc..."

Ouvi isso num dos vídeos de aula de kabbalah. E acho mesmo q é a mais pura verdade.
As vzs projetamos no outro expectativas q são só nossas, e nos magoamos por aquela pessoa não corresponder ao patamar q NÓS estabilizamos...


Será q sou só eu???

Sei q tenho passado minha vida inteira fazendo isso. Não espero q ninguém seja santo, só q compreenda e reflita.

No q estou errando???

Acho q assumi mesmo esse tal personagem de "avatar espiritual", fico tentando ensinar lições "valiosíssimas" prá todo mundo... Só q, nem eu sou um avatar, e nem as pessoas estão interessadas.
Simples assim.

"Se quer ser compreendido, compreenda!"

To tentando voltar atrás nas burradas q fiz ontem, qndo "meu mundo caiu e me fez ficar assim" (by Maysa), mas confesso q tá difícil compartilhar luz nesse momento. MEU D'US!!! Eu sou humana demais...

To triste sim. Comigo mesma e com o mundo. "Eu queria tanto estar no escuro do meu quarto", mas, sr. Guilherme Arantes, o show tem q continuar!!

"Lovers always come and lovers always go, and no one's really sure who's letting go today...
Walking away."

Uma semana melhor, prá todos nós!
Ia'Orana!


segunda-feira, 5 de setembro de 2011

"Somos quem podemos ser. Sonhos que podemos ter."

Eu estava numa sala branca, alguns sofás dispostos harmonicamente com a estante de madeira de cor tabaco, cheia de livros dispostos. Era uma espécie de coquetel, mtas pessoas espalhadas pela mesma sala, geralmente com um copo na mão. Mas eu estava mesmo era fascinada pela estante. Queria chegar perto dela, varias pessoas me interrompiam, até q eu a alcancei. Mas alguém aparecia do meu lado e dizia q eu não podia tocar em nada.

Acordei. Não lembro bem se 1998 ou 1999. Eu estava mto envolvida com a vida - fazia teatro, estudava manutenção de computadores (na época, curso valiosíssimo) e programação na Unicarioca - mas principalmente envolvida com a tarefa de perseguir aquele q eu pensava ser minha alma gêmea. Me introduzindo à rede mundial, as coisas estavam mais fáceis, e lembro de, num desses dias em q matei aula no laboratório de informática, ao buscar sobre o ser amado, li a palavra q nunca mais sairia da minha cabeça.

Kabbalah.

Pouquíssimo dava prá saber sobre isso; pq os dados na internet eram ainda limitados, pq meu inglês ainda era meia-boca. Só sabia q tinha a ver com Judaísmo, cultura q eu já admirava desde criança. Não sei se por isso, se pelo sentimento àquele q regia meus sonhos na época, eu enfiei na cabeça q queria aprender mais. Mas não conseguia. Larguei a faculdade, e sem internet em casa, era praticamente impossível saber mais sobre esse enigmático tema. A vida seguiu. Mas daí Madonna apareceu com a mesma filosofia, outros astros tbm citaram...

Eu já estava casada e com minha primeira filha bb ainda, qndo consegui comprar um livreto q se autointitulava "Introdução à Kabbalah", mas era mto cheio de símbolos e teorias, na verdade não aprendi nada. Na época eu tinha entre 21 e 23 anos, estava com sérios questionamentos sobre fé, religião, etc. Usava uma estrela de Davi num cordão e reneguei o cristianismo. Simples assim. Até eu realmente precisar voltar atrás... Mas nunca mais ouvi falar de Kabbalah.

Anos depois, já em 2011, cansada do peso das responsabilidades e das dores físicas, me joguei no chão e me pus a implorar a D'us q ressuscitasse minha vida. Era Páscoa. Vcs devem lembrar. Em algumas horas minha vida já tinha virado prá outro angulo e eu achei q tudo ia enfim, andar prá frente.

O Amor me pegou sem q eu procurasse ou esperasse. Coincidências q só fortaleceram meu sentimento. Pensamentos e ideais de vida semelhantes. As crenças viraram tópico. A sensibilidade, os estudos esotéricos, o interesse pela cultura judaica compartilhados. A Kabbalah se fez presente nas conversas, e cada dia mais. Descobri váááários sites falando sobre essa filosofia em português e li com uma compreensão mto maior os q são em inglês. Descobri o Kabbalah Centre, de onde ganhei "O Poder da Kabbalah" q devorei em poucos dias, mesmo lendo outro livro em paralelo. Nesse livro, a Kabbalah é exposta de forma prática, simples - até pq a simplicidade é uma das lições inclusas. Era como se eu já soubesse de tudo q estava escrito ali, bem lá no coração, mas não sabia ainda pôr prá fora. Estou mudando. E nessa felicidade, fui presenciar um evento no Kabbalah Centre: a leitura do Torah da manhã do Shabat.

Plenitude, alegria, e sempre sensação de déjà vu. Sim, eu já estivera ali antes. As pessoas me receberam mto bem, mas eu já me sentia em casa antes de chegar. Qndo tudo acabou, desci e fui enfrentar a fila do banheiro na recepção de paredes brancas e sua estante cor de tabaco, cheia de livros. Curiosa, me aproximei da estante sem q ninguém me impedisse. Observei os livros, sempre com a sensação de q não podia tocá-los. Até q uma senhora tbm se aproximou e pegou um dos livros prá folhear. Sim, eu podia tocar! Dessa vez, eu podia!

Ainda fui caminhar na praia e as ondas nunca pareceram mais divertidas, o céu mais azul, o mar mais lindo, a água mais gostosa. Ainda sentei um pouco e meditei. Enfim, eu estava conectada com o Universo. Eu me sentia conectada com a Luz! EU ESTOU NO MEU CAMINHO. O sonho foi bem claro e a vida tbm: não era prá eu conhecer a Kabbalah antes. Com tudo q vivi até hj, consegui abertura suficiente para poder pôr em prática essa filosofia... E eu já sinto q as bençãos estão chegando... Eu sei q estão a caminho!

Voltei a caminhar pela orla de Ipanema nesse sentimento de plenitude até chegar onde Olhos Mediterrâneos trabalha. Ou trabalhava, não sei mais. Desse ponto se desenrola outra estória, q talvez eu conte um outro dia...

Resumindo: foi um dia para D'us me Mostrar na prática q nada nessa vida é por acaso...

Obgda, Pai!

Ia'Orana!

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Sol de Primavera

Hj minha filha caçula, aquela q é bipolar como eu, faz 6 aninhos. Mas hj eu não poderei abraçá-la. Abri mão de sua guarda temporariamente para o pai, q viajou prá Salvador e carregou toda a família junta... Estou triste sim por não estar com ela como em todos os anos, mas estou feliz pq ela certamente está se divertindo, andando de avião pela primeira vez, numa cidade em q nunca esteve, todas essas coisas...

Oro todos os dias, mas hj ainda mais, para q ela tenha uma vida plena e cheia de auto-confiança. Q rótulos não a limites, e q todos (inclusive ela mesma) respeitem seu tratamento, para q seu sucesso no futuro seja garantido. Pq ela é extremamente inteligente e questionadora (como eu tbm, rs), e essa atitude pode ajudá-la a chegar em lugares invejados por mtos. Mas prá isso, está nas nossas mãos - nós responsáveis por ela - q seu futuro tenha o potencial q ela merece.

Enquanto isso fico aqui, relembrando suas fotos, seus trabalhinhos de escola... Resgatando receitas médicas de todos os problemas de saúde q ela já teve e q vencemos juntas... Os momentos em q achei q ia ficar louca de preocupação! As festinhas da escola em q chorei de alegria! Momentos, e momentos, e momentos...

Sabedoria é o nome q escolhi prá vc. Sabedoria é o q desejo q te acompanhe sempre e sempre...

EU TE AMO!


Nossa Playlist