Pesquisar este blog

domingo, 18 de setembro de 2011

"É só o Amor q conhece o q é Verdade..."

"Mesmo depois de tanto tempo o sol nunca disse pra lua: você me deve uma!
Veja o que acontece com um amor assim, ilumina o céu!"


Sim, sou dada a besteiras como o Guru do Amor do Facebook. Acho divertido. Afinal, a vida já é séria demais prá gente se levar a sério... Mas essa frase realmente me fez pensar.

Andei tendo sérias revelações. As primeiras vieram espontaneamente, mas não faziam sentido. Pedi ao meu guia q me levasse então à questão central, mesmo q doesse, pq eu precisava conhecer o foco do problema prá transmutar. E foi realmente o q aconteceu: transmutei.

Mágoas de séculos não podem continuar a macular um coração... A prova definitiva foi saber q outros envolvidos sentiam o mesmo numa sincronicidade assustadora. Deixei ir.

Tbm andei lendo uma série de outras citações inspiradoras, e como não acredito no acaso, cheguei às seguintes conclusões:

Se teve fim, não era Amor. O Amor Verdadeiro é infinito.
Não morre com o corpo, pq fica na alma. Uma alma pode amar por séculos; nosso corpo dificilmente sobrevive a um século inteiro...

Se não há liberdade não é Amor. O Amor Verdadeiro já nasce livre.
Se é realmente Amor, a entrega se faz plena, sem cobranças. E os arrependimentos não existem. Pq tudo q vc fez foi por Amor.
E qndo, à revelia de seus cuidados, vc enxergar o outro prestes a tropeçar nos caminhos da vida, pense bem: às vzs, o Amor é livrar-se da dor de ver o outro se machucando, livrar-se da tentação da proteção extrema, e deixá-lo ganhar com a experiência. Até por termos a certeza de q nossa mão será a primeira a se estender e puxá-lo de volta...

Pq somos espíritos infinitos, livres, sem culpas, compassionados. E somos feitos de Amor. E a entrega alimenta a alma...

Se é Amor Verdadeiro, não podemos alcançar a nenhum Paraíso se não trazemos o outro conosco.

"E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria." (Paulo de Tarso em Corintios 13:2) 

Ia'Orana!
Shalom!


Nenhum comentário:

Nossa Playlist