Pesquisar este blog

quinta-feira, 14 de agosto de 2008

Como se sentir uma celebridade

Primeiro vc descolore todo o cabelo e pinta-o de roxo. Logo vc receberá olhares dos mais diversos pelas ruas, mas coisa q qualquer um pode sobreviver. Daí, qndo vc cansar do seu look, com a raiz já dando o ar de sua graça, pegue apenas algumas mechas, faça um soap-cap apenas para tirar o roxo, e tinja-as de pink. Saia de casa de óculos tipo Ray-Ban e bang!, vc terá todos os mais diversos olhares nas ruas, ouvirá as pessoas cochichando assim q passam por vc, as pessoas se aproximam de vc prá perguntar como vc fez aquilo, quase como quem pede autógrafos!!! É impressionante!!

Claro, esse processo não é mto recomendado para pessoas com mania de perseguição e anti-sociais, mas para os q sonham em participar de um BBB ou coisa assim, parece bem divertido! :D

Bem, mas tentando falar sério agora, não sei como consigo falar as coisas q fervilham o pensamento de uma bipolar em 30 minutos de terapia. Principalmente nessa semana, em q vivi os mais intensos sentimentos: tristeza, culpa, raiva, a felicidade de reencontrar velhos amigos e parentes e pôr em dia coisas q vc queria pôr prá fora há mtos anos, ou mesmo se sentir confortável em dividir lembranças q fazem parte de vc e das quais vc tbm faz parte! É... Pq cansa achar interessante as lembranças de outras pessoas, lembranças essas das quais vc não faz parte.

Eu só quero uma coisa hj: reencontrar aquela q eu era no ano passado, mais segura, mais auto-suficiente emocionalmente, sabe? Derrepente parece q desde q o ano entrou, voltei a ser dependente e isso é horrível. Quero sair desse labirinto. E eu sei q eu posso, pois já estive fora dele antes... Só me resta lembrar do caminho.

Ótima semana!
Ia'Orana!

Um comentário:

Miss Drakul disse...

Gostei. Gostei muito daqui.

Interessantes palavras/relatos. Enfim... somos 2 loucos. Não vou entrar em detalhes neste comentário de minha "agradável" doença. Não aqui. Não agora. O imporante é que seu espaço está muito bom! Conhecer o que pensa/sente/age um outro alguém é fascinante. Principalmente se este alguém for um doente psiquiátrico.

Passarei mais vezes por aqui.

=)

Qualquer coisa, mande-me um email.

Nossa Playlist