Pesquisar este blog

domingo, 19 de outubro de 2008

Quase peço perdão quando alcanço meu alvo,
quando tenho sucesso nalguma empreitada,
por sair são e salvo de certos combates,
completando jornadas que aceito assumir...
Por favor me desculpem por ser persistente,
acabar conseguindo por muito buscar,
unir unhas e dentes na lida diária;
até mesmo ofuscar certos olhos obesos...
Muitas vezes prometo em silêncio infinito,
que serei simplesmente uma chama na palha
ou apenas um grito perdido na noite...
Mas acabo durando, vencendo percalços,
numa "falha" contínua que a tantos atinge;
tantos falsos adidos; parceiros; irmãos...

- Demétrio Pereira Sena

Um comentário:

america disse...

MAIS UMA VEZ VIM VISITAR SEU BLOG
DEIXO UM BEIJO.

Nossa Playlist