Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de março de 2010

Mais um dia...

Pois é, no outro post eu disse q tinha psiquiatra marcado né... Adivinha: cheguei no posto e a mulher tava de férias!! Solução: remarcar para maio! Só não desolei totalmente pq consegui o Haldol na farmácia, q estava em falta...

Só o Haldol poderia acalmar a fera q estava me dominando dias antes. Eu tava uma máquina de instabilidade. Parecia um bicho enjaulado, andando prum lado e pro outro, começando coisas e não terminando, idéias diversas povoando minha cabeça sem se concluírem e me dominando totalmente. Voltei a arrancar cabelo. Só o lítio e o Rivotril não estavam dando jeito.

Até q a fluoxetina - ainda em falta no posto - não tá fazendo tanta falta. Sinto algumas angústias às vzs, mas deprê mesmo, tem tempo q não sinto. Há mto tempo eu não sabia o q era isso, ainda mais sem antidepressivo. Estou bem, enfim. Pelo menos nesse aspecto.

Enquanto isso já marquei uma psiquiatra pelo plano de saúde como plano estratégico. Não quero depender de um serviço e esse serviço me deixar na mão. Além do q, queria ouvir uma segunda opinião sobre minha medicação. Mas a princípio vou continuar com a psiq do posto tbm. Pelo menos até me garantir financeiramente prá pagar meus medicamentos...

E, hey!, comecei meu curso de enfermagem!! Estou bem empolgada e acho q isso tem me ajudado mto. Mergulhei no meu armário buscando tudo qnto é roupa branca, já q vou precisar agora... Por enquanto, só teve a primeira aula semana passada, q foi basicamente uma explicação de como vai se dar desde o curso como o estágio. Mto esclarecedor. E tbm prá descobrir a penca de coisas q vou ter q comprar até começar o estágio: é pijama de CTI e centro cirúrgico, maleta com termometro, tesoura, óculos, aparelho prá aferir pressão (é, ainda não decorei o nome, mas tá cedo ainda), estetoscópio, livros, etc... Mas vai valer a pena, já está valendo. Olho prá minha vida e nem consigo acreditar, pq, pouco tempo atrás, me sentia incapaz de fazer qualquer coisa. E agora estou eu, de volta aos estudos (o q eu adoro). Amanhã tem aula novamente. Mal consigo conter a ansiedade...

Em compensação, minha relação tá complicada. A distância do Mr.G do meu transtorno e tratamento tem atrapalhado um pouco. Ele não entende o qnto eu preciso dos medicamentos as vzs... Mas acho q agora ele tá tentando entender. Espero q não seja fogo de palha, senão vai ser difícil continuar uma relação assim...

E assim a vida segue...
Ia'Orana!

3 comentários:

sindrominha disse...

Oi gostei muito do seu blog, gostaria que visitasse o meu blog também com textos, pensamentos, obrigado, até mais.

Leandra Bárbara disse...

Seu blog está me ajudando a compreender o q se passa com minha mãe.Percebo q é muito cômodo olhar de fora sem saber o q se passa com o outro.Obrigada pela sua coragem,através dela estou me esclarecendo!!!Bjn...

Leandra Bárbara disse...

Quando eu era criança e adolescente ,não entendia porque minha mãe fazia certas coisas,tinha certas atitudes comigo.Chorava e me revoltava muito,e foi assim por um período muito longo até começarem as "crises" realmente.Foi terrível!!!O pior é ter q lhe dar de frente com o problema.Minha mãe sempre foi uma mulher linda,autêntica e com uma personalidade forte.Mas...foi se perdendo,e o pior nunk sei quando ela está tomando os remédios,e eu via como desprezo pelo tratamento.Quando li um dos seus posts,chorei,percebi q eu não sei de nada.Como é pertubador,terrível,mais terrível é para ela e eu tô por fora.Você é um anjo!!!Deus me permitiu te encontrar aq pela net,e agradeço muito à ele por vc ser tão humana e autentica!!!

Nossa Playlist