Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de março de 2010

O q eu tbm não entendo...

Dia 20 eu perdi um tio mto próximo. Juntando com a deprê do último post, eu tava no fundo do poço. Ou melhor, quase. Dia 23 adormeci à tarde e tive um sonho estranho: um amigo meu de infância se despedia pq ia viajar de carro, e eu dizia "liga qndo chegar lá". O telefone tocou e eu acordei. Desde esse dia fiquei agoniada.

O q vc pensa, tendo morrido seu tio, com sua tia internada, vc sonhar q não sabe se um amigo seu chegou ao seu destino?

Uma agonia tomou conta de mim pelo resto da semana. E alguns sinais - como músicas e notícias na TV - me assustavam mais. Dia 25 tive uma crise de choro, tamanha a angústia. Até q dia 27, minha tia q estava internada faleceu.

Eu tava arrasada. Fiquei sem chão. Tomei um Rivotril antes de ir ao velório, mesmo assim eu chorava mais q meus próprios primos... Terminei fevereiro praguejando o mês q tinha passado.

Dia 3, sonhei com o encontro de amigos de infância, e aquele meu amigo q citei no começo do post estava presente. Conversamos agradavelmente, perguntei da esposa, ele disse q a gestação estava bem, mas ela se sentia perseguida por 3 pessoas (depois fiquei sabendo q provavelmente EU seria uma delas - mas acabamos nos resolvendo). Daí minha mãe me ligou e eu tive q ir embora. Esse meu amigo se ofereceu prá me levar em casa. Parte do percurso foi feito de carro, mas daí continuamos a pé, conversando agradavelmente sobre a vida, até q chegamos numa casa (q não era minha), e ele começou a se despedir pesarosamente. Ele sorriu, tocou seu nariz no meu e me deu um abraço como quem ñ vai se reencontrar tão cedo. Acordei às 5:30 da manhã com a sensação de q queria dizer mais algumas coisas antes q ele se fosse.

O sonho era mto real. Tanto q, depois de acordar e cumprir minhas obrigações matinais com filhas e escola, resolvi entrar na internet e visitar o perfil desse amigo. Sua frase dizia tudo: ele havia se mudado prá Curitiba na semana anterior.

Alívio... Não aguentaria perder mais ninguém nesses dias. Principalmente um amigo tão especial qnto ele.

Engraçado q desde os tempos de escola havia essas "coincidências" com esse amigo: coisas q eu prefiro não revelar prá não ser mal-interpretada. Mas lembro q, depois de 3 anos sem contato nenhum, ano passado, eu tinha sonhado com ele, 3 dias antes de nos reencontrarmos no msn. Até cheguei a contar o sonho prá ele e ele brincou perguntando se eu era cigana, rsrsrsss...

Hj estou feliz de saber q ele está fazendo a vida dele num lugar diferente, está feliz, está prestes a aumentar a família, e eu estou feliz, casada, com minhas 2 filhas e prestes a iniciar meu curso de enfermagem (AMÉM!!). Mas, pelo menos da minha parte, há um grande afeto, um sentimento q transcende qualquer entendimento meu. Tem coisas q não se explicam, acho q por isso a vida ainda não me explicou. Acreditam em vidas passadas?? Eu sim. E por enquanto, pelo menos, prá mim é a única coisa q explica essa sucessão de acontecimentos "esquisitos".

Bem, voltando à bipolaridade e seus detalhes, amanhã tem psiquiatra. Tomara q eu consiga a fluoxetina minha de cada dia, pq enfrentar esse turbilhão de coisas, tá meio heavy...

Ia'Orana!

2 comentários:

Porque não? Sou BIPOLAR disse...

Carísima, lí apenas o seu primeiro depoimento, por enquanto. Meio que de Bipolar mesmo. Também sou, desde 1968, historia longa. Sou hoje, executivo da saúde, escritor, lançando meu 2ºlivro "O fotógrafo de almas". Militande aguerrido da saúde mental. Quer receber uma mensagem que está necessitando? Mande-me seu e-mail - Josevagnercm@yahoo.com.br

PAZ

Mariana disse...

Desejo a vc muita fora!
UM ABRAÇO

Nossa Playlist