Pesquisar este blog

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Dia do "Forever Alone"

Às vzs eu queria ser essa calmaria q tanto evito... As vzs a calmaria parece chata... Mas qndo a gente revive o vendaval, se pergunta pq buscar isso??

Andei meio desesperançada. Não sei, sozinha. Já são 12 meses sem ninguém, e mesmo com obrigações, Sisu e Prouni ocupando minha mente, dá uma vontade de ter alguém prá ligar as vzs, saber q vai ter uma mão ali prá segurar a minha e dizer "estou aqui com vc"... No fundo, acho q nunca tive isso de verdade... Talvez por isso faça tanta falta. Nesses dias principalmente...

Todos os flertes sumiram, principalmente os q eu já sabia q não dariam em nada mesmo. Meus remédios acabaram. Só sobrou o vinho. Nada melhor prá relaxar qndo dores neuropáticas retornam e vc não tem com quem chorar... Massa e vinho: não poderiam ser melhores companias.

Cansei de ser legal com todo mundo, e isso já se mostrou no primeiro dia do ano. Não quero mais ser adorada, pq isso me é fácil - é sim, não gosto de falsa modéstia. Mas quero ser AMADA. Apesar de todas as minhas mudanças de humor, com todo meu direito a entrega total e dedicação. Eu mereço isso! Amar e ser amada, levar e ser levada a sério... Defeitos todo mundo tem, e minhas qualidades, sinceramente, se sobrepõem. Então o q é q falta?

Dizem q D'us não Demora, Ele Capricha. Então vai pintar alguém mto especial mesmo, quase um outro D'us, pq, nossa... Vou te contar, viu??? E eu nem queria alguém tão poderoso assim...

Só queria sorrir com sinceridade prá alguém q leria nos meus olhos a razão da minha felicidade...

Oh, vida. Oh, céus. (Tá, pessimo astral hj. Admito.)


Ia'Orana!
Shalom!



Nenhum comentário:

Nossa Playlist