Pesquisar este blog

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

"A felicidade só é real quando compartilhada" II

Sabe, aqui é meu cantinho de tentar transformar minha vivência em algo lúdico. Escrever é realmente uma coisa q me faz me sentir realizada. E qndo posto conquistas por aqui, não é prá provar nada prá ninguém - é simplesmente por querer gritar ao mundo qndo pqnas coisas q acontecem me deixam feliz. O bom é q tenho recebido comentários de pessoas relatando q estavam desesperançadas por causa do Transtorno Bipolar, e q lendo meu blog, se sentiram com as esperanças renovadas.

Eu realmente não tenho tal pretensão, mas confesso q me dá uma alegria imensa qndo me surpreendo com cada comentário desse. Se eu pudesse olhar nos olhos de cada pessoinha q me deixa esse lindo feedback, eu diria "não desista! Nós conseguimos! Não sou melhor q vc, nós temos igual capacidade!!", e daria um enorme abraço. Mas como não posso, só posso recomendar q leia meu blog (se ainda não leu) desde o comecinho. Lá, em 2008, qndo recebi o diagnóstico, tudo me assustava e todos os transtornos pessoais, financeiros, emocionais, enfim, tudo relacionado ao TB foi relatado aqui. Não sei bem pq, mas quis transformar esse transtorno em algo útil. E acho q to conseguindo.

Hj, 4 anos depois de mtas dúvidas, choros, reações adversas de medicamentos, trocas, culpas, mágoas e separações, posso dizer q estou me realizando como pessoa. Encontrei na rede pública uma psiquiatra mto boa, q dialoga, e com a qual consegui um esquema de medicamentos q me deixam bem estável. Estou reaprendendo a ser mulher e a confiar no meu coração depois de uma separação complicada, e reaprendendo a ser mãe, depois de tantos tropeços diante do meu diagnóstico e o da caçula - q tbm tem TB. Me sinto confiante o suficiente prá procurar um emprego e com a auto-estima lá em cima por ter conseguido retomar os estudos depois de anos e ter conseguido passar prá uma faculdade federal - um sonho se realizando. Retomei minha fé, e é ela q me dá forças prá continuar - com a vida e com os remedinhos. É naqueles dias de cansaço extremo, em q deito e penso "ah, não vou tomar os remédios esta noite não..." q parece q meus Anjos Guardiões dizem: "vai, levanta, senão vc vai voltar a se sentir perdida no mundo... Vc não lembra??". Daí me esforço prá levantar e tomá-los...

Enfim, a luta é diária, e a ideia de q posso estar ajudando outros bipolares a encontrarem essa paz e realização q encontro hj me deixa ainda mais feliz. Esperança, amigos! O diagnóstico, o monte de remédios, a terapia, tudo assusta sim. Mas mantenhamos a esperança!! Dá sim prá viver, ser feliz e ter TB. É isso q eu queria dizer prá vcs e deixar registrado prá minha filha - qndo, quem sabe um dia, vier a ler esse blog.

Lembremos:  "EU TENHO UM TRANSTORNO, MAS ELE NÃO ME TEM".


Obgda a todos q leem o blog e deixam recadinhos!

Ia'Orana! (Viva bem!)
Shalom!

3 comentários:

DAVID SILVA disse...

Olá! visite o blog: www.desenhuras.blogspot.com e conheça também seu conteúdo sobre: desenho e quadrinhos. Grato.

Dilmar Gomes disse...

Tu és uma guerreira menina!
Forte é aquele que reconhece as dificuldades do caminho e não esmorece, mas as contorna.
Um abração. Tenhas uma linda semana.
Sigo-te.

Carol França. disse...

Poxa, não sou bipolar, mas confesso que se fosse, eu seria ainda pior.
Quando crescer quero ser feito voce!
O que me admira, é a capacidade de enxergar as coisas com clareza, e de frente.
Um de meus defeitos é ser covarde.
Prefiro não ouvir um diagnóstico.. depressão?
Não sei lidar com isso.
Blogs tem me ajudado a me encontrar em situações que as pessoas vivem, e mais que isso, a conhecer guerreiros!
Abraço.

Nossa Playlist