Pesquisar este blog

quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

O vôo da Fênix (ou do Sabiá)

Salve-se quem puder! Há algo novo querendo nascer!

Sinto um pulsar dentro de mim, uma certa confusão. Sei que espero algo acontecer, mas não sei o que nem como será. É como parir a mim mesma. É como me preparar para sair do casulo sem saber como irei voar.

Vou catando pedaços de mim pelo caminho na intenção de conseguir montar uma imagem. Tento entender como venho me construindo até aqui pra me desconstruir. E então, me construir novamente. Busco resgatar as flores do meu jardim que deixei por aí. Houve quem as conservasse, houve quem as deixou morrer. Determino agora quem merece ter acesso ao meu novo jardim.

Há quem passeie por aqui buscando observar minha queda ou redenção. Aos que buscam a queda, tenho péssimas notícias: SIM, ESTOU RENASCENDO!! E cada vez maior e melhor! Estou mais dona de mim, mais amante de mim, mais crente na Vida! Porque a Vida tem me enviado todos os dias sinais de que o Universo me ama. Não há como não amar ao Universo cada vez mais...

Porque seus Anjos têm vindo todos os dias me visitar. Porque o Amor Universal não tem que ter porquê.

To seguindo meu caminho e deixando o Universo fazer seu trabalho. Porque, como diz a Kabbalah: "Quando você lembra, o Universo esquece. Quando você esquece, o Universo lembra".

E sou grata por ele estar sempre lembrando de mim...

Shalom!



Nenhum comentário:

Nossa Playlist