Pesquisar este blog

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Entre o real e a ficção

"O ano já começou esquisito. Logo no primeiro dia do ano?! Tonturas, arrepios, caí sentada na cadeira, o estômago em cambalhotas, coração aos pulos. Minha consciência ameaçou vagar, mas a agarrei à unha. Orei. Respirei fundo e orei denovo. Fingi ignorar o homem branco, de bermudas e barba rala ao meu lado. Eu não estava preparada, não havia ninguém preparado por perto, enfim, olha no q ia dar... Com as orações, já no segundo Pai Nosso, tudo passou, da mesma forma q surgiu. O q passou a vigorar então foi a vontade de chorar, a sensação de opressão e vulnerabilidade, mas até isso passou. Só ficaram a dúvida e a fé, coexistindo dentro de mim de uma forma q so Deus Sabe..."

Nenhum comentário:

Nossa Playlist