Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Onde o sapato aperta...

Por que choras, menina? O que há? Se ele tomou seu coração e também te ama, que mal pode haver?

Ah, claro, tem aqueles problemas... A distância, por exemplo. O toque realmente faz falta, mas não dá prá aplacar com as palavras de carinho?

Difícil é amar, saber-se amada e ter que fingir que nada está acontecendo, porque, simplesmente... Não sei. Porque eu devia estar sendo menos idiota? Porque eu deveria cobrar uma atitude? Ou porque a tal atitude deveria partir de mim?... Eu não sei! Só sei que eu to enovelada nessa estória, e quanto mais eu tento sair, mais dá nó. Então eu choro, choro... Prá ver se alguém vem em meu socorro. E, adivinha: ninguém vem!

Porque ele não pode me ligar toda vez que pensa em mim. Porque ele não pode dizer tudo o que sente por mim, e prá ele é muito mais fácil, porque há alguém que o distraia dessa angústia. Porque toda vez que o desejo desperta em nós, é fácil pra ele virar as costas e se concentrar no próprio lar, enquanto eu fico, coração na mão e grito na garganta.

Não chora, menina, não chora... Seu amor pode ser declarado escancaradamente, e seu alguém te faz o mesmo. Queria eu, ao menos virtualmente, ter essa alegria... Mas tenho que sufocar engasgada com tudo isso que corre na minha mente e no meu coração. Essa vida clandestina não é nada fácil... E eu sei que não a mereço. Mas to aqui, não é?

Pensando bem, chora, menina! Chora que as lágrimas são de água e sal, elas lavam as tristezas todas embora... Temos dores distintas, mas gostaríamos muito de ter a dor uma da outra. Você deseja o toque, o abraço... Eu desejo as palavras. Você deseja a presença que eu tenho, eu desejo sua liberdade de expressão. Mas temos algo em comum: a sensação de vazio. A sensação de querer esticar a mão e poder tocar, ali, nosso objeto de desejo. De querer dizer "vem" sabendo que em 10 minutinhos ele vai estar ali...  Essa sensação é a mesma, disso eu entendo. Por isso eu digo: chora. Porque chorar ajuda a esvaziar o "copo até aqui de mágoa"... É o que tem me ajudado.

Que os orixás nos auxiliem...
Shalom!


Um comentário:

Pretinha Moraes disse...

Você é amor pra mais de metro. Adoro, adoro, chega choro!
Amooooooooo. Obrigada por tudo e por dedicar seu dom maravilhosamente a minha pessoa!

Nossa Playlist