Pesquisar este blog

domingo, 10 de março de 2013

O que é o Amor?

Você acredita em D'us?

Eu sempre acreditei. Ninguém em ensinou a acreditar, eu simplesmente O sentia. E com o tempo, fui ouvindo dizer que D'us é Amor. Dizem que está lá, na bíblia. Na verdade, eu mesma vi na época em que fiz catecismo (quem diria eu, umbandista ferrenha, já me embrenhei nos catolicismos da vida).

D'us é Amor e está em tudo. Assim me ensinaram, mas assim acredito também. Tive, em 2011, aquele sonho em que eu via D'us, pude sentir uma onda de Amor se espalhando por toda a Terra. E não era só Amor por mim. Era por toda e qualquer criatura, toda e qualquer geografia. Amor por uma pedra, consegue imaginar? Pois eu não conseguia imaginar, até o dia em que VI. E não era simplesmente amor, era Amor com A maiúsculo, um amor intenso e cheio de paz.

Andei com as energias em baixa. Confesso que ainda não estou "curada", mas estou muito melhor. O remédio? Amor. Enxerguei a D'us em cada pequena coisa, em cada palavra amiga de gente que eu amo, em cada olhar, em cada elogio, em cada abraço. Nos soninhos com minhas crias. Na amiga louca que me pagou um táxi só prá me ouvir. Nas mãos espalmada na janela. Nas ligações divertidas, daquelas em que você pode sentir a pessoa sorrindo do outro lado. Em quem provoca risos na minha filha. Houve, essa semana, até Amor em saber que eu provocava Amor também. D'us Estava ali, comigo, enquanto eu me escondia debaixo da marquise prá não pegar chuva. D'us estava na respiração, na transpiração, na piração. No suspiro dentro do ônibus, na agonia de fora dele. D'us Estava ali, na agitação ao chegar em casa, na repetição de um vocabulário particular. D'us Esteve aqui, o tempo todo, do meu lado, e eu finalmente pude enxergar essa semana.

Hoje eu só tenho a agradecer. Porque senti Amor em cada pequeno momento, de dentro prá fora, de fora prá dentro. Se estou curada?? Não sei, ainda não sei... Mas mudei minha perspectiva. Minha fé está mais forte. Minha fé na vida, minha fé no Amor - sim, ele existe!!

E assim, la nave va...

Shalom!


Um comentário:

Pretinha disse...

Que bom que se sente assim! Deus é amor e amor é sacrificio. Mas não aquele sacrificio doído, mas o sacrificio que se faz com o coração leve.
Por vezes (inúmeras, diga-se de passagem) vamos sentir vontade de chorar, nos questionar, sentir raiva, querer largar tudo pro alto mas sabendo que neste dia é melhor ficar quietinha na cama para não fazer besteira...
Mas independente disso tudo eu estarei aqui, ao seu lado, pagando quantos táxis forem necessários e ouvindo quantas horas de conversas e besteiras o quanto você precisar. Sabe por que? Porque eu te amo e isso me basta.

Nossa Playlist