Pesquisar este blog

domingo, 14 de agosto de 2011

A minha sorte - Feliz dia dos Pais

Eu sempre falei nos meus blogs sobre maternidade, sobre minha mãe, sobre as mulheres com presença tão forte na minha vida. Realmente, as mulheres são grande maioria na minha história. Mas hj, no Dia dos Pais, vim falar dessas presenças masculinas na minha vida...

Eu tive mta sorte. Apesar de não ter conhecido meu avô materno, meu avô paterno foi o primeiro grande homem da minha vida. Eu era a princesinha dele, a "primeira e única" por ser a única menina entre meus primos, e por isso ter tido privilégios como ser levada à padaria todo fim de semana, onde ele me mostrava com orgulho, mesmo se eu estivesse com a cara amassada, e onde eu ganhava um guarda-chuvinha de chocolate... rsss... Tempo bom em q um guarda-chuvinha de chocolate curava todos os males... Talvez uma dessas guloseimas aliviem a saudade do meu avô Rubens, q tbm me ensinou a gostar de música.

Meu pai já foi menos afetuoso na minha infância. Ele estava sempre correndo prá cá e prá lá para nos sustentar sem largar sua verdadeira vocação, q é a música. Foi assim q ele garantiu meus estudos, fosse o curso q fosse: computadores, música, teatro... Conforme estivesse dentro do orçamento, ele me dava. E vê-lo hj sendo tão afetuoso com minhas filhas, já "aposentado" mas sem parar de trabalhar dentro do seu estúdio, me dá mtas alegrias. Me é um exemplo e sempre tem um conselho, mesmo q eu resista mto em aceitar, rsrsss...

Tenho mta sorte. Hj eu trabalho com meu pai. Qntos podem dizer isso???

Um Feliz Dia dos Pais prá todos os pais de verdade - ainda q não sejam biológicos, ainda q não estejam presentes fisicamente, ainda q sejam as pães, os avohais (avô-pai, como na canção do Zé Ramalho), enfim...

E q nós, seus filhos, sejamos felizes, hj e sempre!

É nosso compromisso para com eles...

Ia'Orana!

Nenhum comentário:

Nossa Playlist